lunedì, Dicembre 17More menu

L’ Origine del Cognome

I COGNOMI IN ITALIA

In Italia esistono circa 330.000 cognomi. Una varietà enorme, impressionante, che non ha paragoni in Europa. E’ dovuta alla frammentazione linguistica dell’Italia, alla tarda e lenta diffusione della lingua nazionale e alla presenza di molteplici dialetti regionali e locali. I cognomi che hanno almeno 3000 “utenti” (cittadini che portano quel cognome) sono 226: sono questi i più frequenti a livello nazionale. Di questi 226, solo 86 hanno un’area di distribuzione panitaliana (cioè sono presenti in tutto il territorio nazionale). La maggior parte dei 226 cognomi più diffusi, e precisamente 123, sono distribuiti in gran parte solo in una delle tre grandi ripartizioni geografiche dell’Italia, cioè il Nord, il Centro e il Sud.
Il Dizionariostorico-etimologico dei cognomi italiani che ho consultato per questa ricerca, ha analizzato ben 60.000 cognomi italiani. Altri, non esaminati, sono rari, poco diffusi. Nel corso degli anni si nota una riduzione del numero globale dei cognomi, perché alcune famiglie, portatrici di cognomi rari, via via si estinguono. Dal XIX secolo, fino a oggi, i cognomi ormai sono fissi, immutabili; i nuovi cognomi che gradualmente entrano in Italia sono legati agli immigrati.

I COGNOMI IN TOSCANA

Solo un breve cenno ad alcune caratteristiche. I cognomi che terminano in –i (Benigni, Cresti, Marchi, Ricci, ecc.) sono tipici della Toscana. I cognomi con il suffisso (l’ultima parte della parola, che spesso modifica l’originario nome) in
–àio sono frequentissimi in Toscana (spesso evocano nomi di mestiere). I cognomi più diffusi in Toscana (a differenza della vicina Emilia Romagna), non sono quelli legati a nomi di mestieri, alla provenienza o all’aspetto fisico, ma ai nomi di battesimo, i nomi di persona che spesso sono all’origine dei cognomi, con la forma plurale e con un suffisso. Ad esempio i nomi Paolo > Paoli, Piero > Pieri, Salvadori, ecc. Ma la caratteristica principale della categoria dei cognomi toscani è la loro brevità. Si tratta di cognomi corti, talora bisillabi, derivati da nomi di persona abbreviati. Es. Landi (da Lando), Baldi (da Ugobaldo), Gori (da Gregorio), Bacci (da Bernardo), Pucci (da Filippo), Neri (da Rainero), Cioni (da
Baldiccione o Ugoccione), Berti (da Adalberto), Bini (da Albino o Begnamino), e ancora Dini, Betti, Corsi, Borsi, Benni , ecc.

O SOBRENOME CIONI

A origem do sobrenome italiano Cioni não é clara. As pesquisas, não obstante, sugerem que ele seja derivado do nome de uma pessoa chamada Giovani. O sobrenome é, neste caso de derivação patronímica, do nome próprio do pai, de um avô, ou também de um antepassado mais distante do fundador desta estirpe.

Na época medieval, antes que fosse adotado um sistema convencional de sobrenomes hereditários, o uso de um apelido, ou de uma referência à atividade desenvolvida por um indivíduo, ou à sua paternidade, ou ao local de origem era difundido e era aceito como forma de identificação.

O sobrenome Cioni significa então “filho ou descendente de Giovanni“.

PERSONAGENS DA HISTÓRIA

Um das primeiras referências documentadas sobre esse sobrenome é de um tal Giovanni Cioni, joalheiro, documentado no século XIV.

Dos arquivos da cidade de Florença se encontra além disso Andrea Del Verrochio (Andrea di Francesco di Cione ou Cioni) nascido em 1435, artista florentino italiano que esteve ativo durante a Renascença. Era escultor, ourives e pintor, e trabalhou na corte de Lorenzo de Médici. É considerado um dos pintores mais influentes de seu período. Entre seus alunos incluem-se Leonardo da Vinci, Sandro Botticelli, Perugino e Ghirlandaio. Também influenciou Michelangelo e foi um escultor de primeira grandeza. O nome do pai aparece no documento como Michele Di Cioni ou Cione.

Referências seguinte ao nome resultou na descoberta dos documentos no centro de Montaione (Florença), onde se lê que um Antonio Maria Gaetano Cioni casou-se com uma certa Maria Rosa Luisa Poli, em 7 de setembro 1812, e che Regolo Cioni nasceu em 11 de setembro de 1846 de Angelo Cioni e Caterina Berrettini.

Na cidade de Livorno foi celebrado o casamento de Armida Cioni e Giuseppe Valli em maio de 1884.

Entre as pessoas de destaque que possuiram este nome foram: Giovanni Battista Cioni, nascido em 1556 e morto em 1623, da ordem dos Padri Seviti, fundado em Florença no ano de 1233;

Entre um grupo de sete nobres cidadãos, um tal Giammaria Cioni, pintor documentado no século XVIII;

Gaetano Cioni, nascido em 1760 e morto em 1851, que se distinguiu como médico, químico, filólogo e lexicógrafo e Emilio Cioni, alaudista mencionado entre 1884 e 1894.

VARIAÇÕES

Ciona – É praticamente único

Cione – É decididamente de origem di Campanha, de è decisamente campano, da comune de Bagnoli Irpino, Caposele, Serino e Montella na provincia de Avellino e Napoli

Cioni – É presente na Italia no centro setentorial, onde teve sua origem entre na região tosco-emiliana

Cionini – É um sobrenome toscano, da região que compreende Pisa, Livorno e próximo de Grosseto

Cionna – É um sobrenome da província de Marchi, específico das comunes de Ancona, de Agugliano, Falconara Marittima, Chiaravalle e de Osimo

Cionni – Muito raro, é da província de Lazio, talvez de Roma, devem ser todos derivados diretamente de uma mudança fonética (geralmente um encurtamento) de um nome próprio – esta alteração pode causar um diminutivo, um termo carinhoso, ou uma mistura das duas formas – como Uga, Ugo ou de nome próprio como Lorenzo ou Vincenzo (na forma de Nêncio)

“O sobrenome Cioni, bastante difundido na região de Modena, também com a derivação de Cionini, é uma forma afetiva de (Uguc)cione, do nome próprio Ugo. De um (U)guccino muda-se provavelmente para o sobrenome Guccini, não originário da região de Modena.” FONTI: F. Violi, Cognomi a Modena e nel Modenese.

BRASÃO DE ARMAS

BRASÃO DE ARMAS: Prateado, com um leão de negro rompante no centro e com uma faixa azul atravessando toda a extensão. Prata significa Paz

CIMIERO: Um leão negro em pé

REFERÊNCIA: di Crollalanza, Giovan Battista – Dizionario Storico-Blazonico delle Famiglie Nobili e Notabili Italiane Estinti e Fiorenti – Volume I – Página 296

ORIGEM DO SOBRENOME: Itália

WhatsApp chat